sábado, setembro 30, 2006

Mais um desabafo


Voltou a vontade de escrever, de desabafar, o que já é uma vitória. Aqui há uns dias falar neste assunto enchia-me os olhos de lágrimas e tentava a custo evitá-lo. Depois foi a fase da negação"Não, eu não quero um filho, afinal." Agora já estou mais calma e novamente com esperanças. É engraçada a mente de um ser humano e a capacidade que tem de superar os obstáculos... Comecei a pensar em adoptar uma criança, mas logo me surgem muitas dúvidas:
- Como será a criança?
- Que problemas teremos ao criá-la como nossa?
- Será que vamos aceitar o facto de ser filha de outra pessoa e será que eu vou conseguir aceitar o facto de que nunca terei um bebé a crescer dentro da minha barriga?
São muitos comos e serás para duas pessoas só. Eu só coloco a hipótese de adoptar quando não restarem mais opções, mas também não estou disposta a passar a minha vida a fazer tratamentos... Que merda, isto não podia ser mais simples? Para alguns parece tão fácil! e para outros como eu é tão difícil!
De qualquer forma, esta semana recebi uma notícia boa, embora a princípio tenha sentido aquela pontinha de inveja habitual. Um amigo meu vai ser pai pela segunda vez. E não estava à espera!!!! É esta frase que me irrita, porque eu acho que nunca vai acontecer comigo. Claro que lhe dei os parabéns, mas senti-me uma pessoa horrível por estar com inveja de uma pessoa que me é tão querida e que é um óptimo pai, mas não consigo evitar!
Desculpem o testamento. Quero aproveitar para agradecer a todas que me deixaram palavras de ânimo no post anterior, se não fossem vocês, acho que tudo isto seria mais difícil de suportar. Obrigada, queridas amigas!

6 comentários:

Norita disse...

Ao ler-te revi-me há algum tempo atrás, pensava que era um monstro por ter esses sentimentos, hoje, depois que encontrei os foruns e os blogs, sei que todas nós passamos por isto e todas vamos conseguir ultrapassar esses sentimentos. Quanto às tuas duvidas só tu as poderás responder ao longo do tempo. Um beijinho grande cheio de força e coragem.

Raquel disse...

Como eu te compreendo, acho que são questões que todas nós colocamos...Até quando lutar?sim, até quando? Pura e simplesmente deixamos de ser quem eramos...será que haverá uma maneira de encarar este nosso problema e ver a vida de outra forma?
Tambem não tenho as respostas, mas sei que juntas conseguiremos apoiar-nos e tornar as coisas menos penosas...Coragem e Acreditar é o segredo.beijinhos

Ana disse...

Eu senti isso quando a minha irmã engravidou... achava que era a pior pessoa do mundo... até ver o meu sobrinho :)

Beijocas ENORMES

susie disse...

Bom fim de semana!:)
E toca alevantar essa cabecinha e olhar para a frente.

Beijinhos
Susanafp

perola&granito disse...

bom fim de semana :)

Piolha disse...

todas passamos por aquilo que estas a passar! e os sentimentos são os mesmos, amiga!!!

beijinhos