terça-feira, setembro 30, 2008

A inveja

Quando pensamos que já nada nos afecta, quando achamos que somos fortes e já superámos o problema que nos atormenta, eis que sentimos cá dentro um bichinho verde da inveja a roer lentamente o nosso coração.
Quando nos consideramos imunes a qualquer evento, quando afirmamos não me faz diferença não ter filhos fazemo-lo com toda a certeza, quase como se acreditássemos nisso... mas quando recebemos a notícia de que mais um bebé vem a caminho e ainda não é o nosso, ouvimos perfeitamente o bichinho verde da inveja a roer com mais força o nosso interior. Nessas alturas sentimo-nos as piores pessoas do mundo... mas é impossível não nos sentirmos assim... Porquê?

10 comentários:

*Anita* disse...

Felizmente nunca senti inveja :) É engraçado, mesmo sabendo que tinha dificuldades em engravidar, e vendo amigas a engravidar logo quase á primeira, sempre me senti feliz por elas :) Aliás nunca senti inveja de nada que alguem tivesse e eu nao... Só aquela inveja tipo "fogo aquele carro é espetacular! Que inveja..." Mas aquela inveja superficial, nada sentida :) Felizmente :))
Bjitos

Micas disse...

Há dias em que estas novidades não "nos passam ao lado"....não conseguimos reagir comindiferença!! E é tão normal...afinal somos de "carne e osso" e também temos os nossos sonhos, não é??

Vais ver que conseguirás viver com felicidade esse momento de quem te é próximo!

E quem sabe a tua boa noticia não está para breve?? Temos de manter sempre viva a esperança e nunca desistir, tá??

Muitos beijinhoooooos,
Inês

Opsss....grande "comentário", não?? :-)

Maria Pereira disse...

Acho que é absolutamente normal esse sentimento, apesar denos sentir pessimas connosco proprias por o sentir,mas que fazer, somos humanas

Beijocas

Sandra Neves disse...

És humana e por isso mesmo esse teu sentimento é normal. Já tenho um filho e mesmo assim quando sei ou conheço alguém que engravidou "por acaso" ou "sem querer" ou "à primeira" ainda me dói.
Beijinhos e não te sintas mal, é normal.
Sandra

Susana Pina disse...

É verdade amiga, eu não diria inveja, diria revolta por nós proprias não conseguirmos e elas conseguirem tão facilmente. Não é nada contra essas pessoas, pelo contrário, é contra algo que é a natureza, que nos assola e nos consome.
Um bj no teu coração
Susana

Angel disse...

Amiga ontem tb me senti assim. A enf. que me dá de vez em qdo uma pica muscular disse-me ontem que está grávida. Depois de tomar 10 anos a pulila no 1ª mes que deixou engravidou. Bem senti-me tão mal, tão angustiada, tão diferente dos outros, uma sensação de frustação. Á 1ª! ela largou a pilula pq pensou que so iria engravidar passado uns 8/12 meses e olha só que pontaria.
Ñ fiquei triste por ela, fiquei admirada sim e mto triste por mim, e ainda hoje o pensamentonão sai desse assunto. É inveja??? Sinto-me culpada ñ sei porquê,ñ lhe quero mal! Pq nos sentimos assim com este sentimento de culpa? Axo que é só por não conseguirmos e pq realmente achamo-nos diferentes das outras...
Bjs amiguinha

Anna72 disse...

Não sou psicóloga, mas acho que isso acontece porque vemos na outra pessoa o reflexo daquilo que gostaríamos de ser.

Não é fácil passar por tudo isto e ficar indiferente à "facilidade" com que outros conseguem aquilo que tanto nos faz penar. Isso não nos torna as piores pessoas do mundo, apenas mostra que somos humanos.

Temos de acreditar que a nossa vez vai chegar.

Beijocas e força.

Anónimo disse...

Se isso fosse inveja, este país era feito de invejosos. Nunca esqueço a revolta que sentia cada vez que mais um aborto acontecia na minha vida, as chegadas ao hospital e a noticia de mais um filho perdido, deitada em enfermarias onde mães felizes e orgulhosas olhavam os seus filhos recem-nascidos. Nunca perdi a esperança e um dia... aconteceu...estava deitada numa dessas camas mais "babada" que todas as outras mães que eu já lá tinha visto. Nunca se deve perder a fé, mesmo achando que o mundo está contra nós, um dia acontece...
Se não for da nossa barriga é do nosso caração...FORÇA, SER MÃE É DAR AMOR, MIMAR E AJUDAR A CRESCER...

PM disse...

Inveja... sim... talvez... mas uma inveja saudavel... porque não desejas mal aos outros, certo?!!
Beijocas e pensamentos POSITIVOS

Manina disse...

Obrigada pelas tuas palavras no meu blogue.
Vou tentar relaxar e ser postiva. :)
Já li o livro O Segredo e vi o filme... se ainda não conheces talvez seja uma boa altura para passar os olhos.
Ensina-nos a pensar... a determinar um objectivo e como devemos ser positivos para conseguirmos realizar os nossos desejos.
Compreendo-te... custa ver algumas meninas a conseguirem tão facilmente oq ue ansiamos mês após mês... Não é nada contra essas pessoas, pelo contrário, é contra algo que é a natureza, que nos assola e nos consome.

Vamos sonhar... correr atrás do sonho... até o agarrar com as duas mãos!

Beijinhos e boa sorte!
Manina