segunda-feira, dezembro 15, 2008

Natal


O Natal tem sido até aqui uma época pela qual anseio durante todo o ano. Mas este ano isso não aconteceu e não, não se deve ao facto de ainda não ter filhos - quem me dera que fosse isso - deve-se ao facto de ter dois parentes muito chegados que estão zangados há uns meses e não se falam, isto é, um deles não quer falar com o outro. Esta situação desgosta-me profundamente porque são duas pessoas mesmo muito chegadas e a aproximação do Natal aumenta ainda mais a minha tristeza porque não sei se essas pessoas se vão juntar na noite da consoada. Não imaginam como isto me perturba... Já aconteceu com vocês? Já estiveram no meio de uma situação assim em que não podem pura e simplesmente "optar" por uma das pessoas? Apesar desta tristeza, que encerro em mim dia após dia, decidi fazer a minha árvore de Natal, obriguei-me a deixar entrar o espírito natalício aqui em casa. No final, já estava toda orgulhosa do meu trabalho... Porque é que a vida tem de ser complicada? Não, melhor, porque é que algumas pessoas insistem em complicar a vida? Não compreendo...

Em relação à privatização do blog, já apontei os vossos endereços de email e no início do próximo ano envio-vos os respectivos convites. Não sei se volto aqui antes do Natal, o trabalho lá na escola está a apertar: os testes, as avaliações, as reuniões, as festas de fim de ano, etc, etc, etc quase não me deixam respirar, mesmo assim continua tudo a correr bem, acho que também corre bem porque adoro o que faço!

Muitos beijinhos e votos de bom Natal para todas!

11 comentários:

Anónimo disse...

Está gira, a tua árvore de Natal.
Hei-de tirar tb uma foto à minha para partilhar convosco um bocadinho do meu Natal :)

Quanto ao poema... é meu sim. Tal como a dor.

Felizmente, a perda não foi total. A pessoa em causa percebeu que o tiro foi certeiro mas que era só chumbo... no meu coração não há pólvora para ela.

E, de certa forma, desculpou-me. Pelo menos, deu a entender isso... se bem que as feridas (principalmente as do orgulho) demoram a passar e às vezes nunca chegam a sarar totalmente.

Mas hoje já falámos bem, já se meteu comigo, já sorriu. E eu também, ainda que muito envergonhada com o que disse.

Enfim, aprende-se com os erros.

Beijinhos e bom final de período lectivo. Sei bem como são complicados estes dias... tanto trabalho, tantas reuniões, tantas chatices de última hora.

Ceres

Kitty disse...

A árvore está bonita, parabéns!
Felizmente na minha família nunca Houve desentendimentos, mas acredito que deve ser muito chato.
Espero que ainda passes por aqui antes do Natal, senão aqui fica:
Bom Natal!!!
:)
Beijinho
Boa semana

inca disse...

essas situações são sempre complicadas, espero que se resolva rapidamente.a arvore está muito gira,bjs

Micas disse...

Mais um "bocadinho"..e diria que essa arvore seria a minha!! eheheh Está muito parecida!! :-)

Qto à questão que colocas...nunca passei por nada semelhante! Espero que se resolva e que possas passar o teu Natal mais descansada.

Mtos beijinhos,
Inês

Sandra Neves disse...

Não te esqueças de mim qd privatizares este cantinho, ok?
sciasneves@gmail.com

Esta época de Natal que deveria de ser de paz, familia, amor, às vezes torna-se a mais complicada. Mas é como tu dizes, as pessoas é que gostam de a complicar.
Espero que essa tua situação se consiga resolver até à consoada.
Um beijo enorme e feliz Natal
Sandra

Anita disse...

É sempre triste haver zangas entre familiares... Deixarem de se falar... Mas por vezes torna-se inevitavel. Falo por mim que há 3 anos simplesmente deixei de falar com uns tios meus bem proximos, depois de descobrir uma quantidade de falsidades, de coisas que faziam nas nossas costas e principalmente por nos acusarem de muitas coisas acontecerem erradas e de os meus pais serem os culpados... Acusações essas feitas na casa dos meus pais e na ausencia deles... e depois inverterem a historia qd os meus pais os confrontaram... Dizendo que a culpa era minha e da minha irmã... Chamando-me inclusivamente mentirosa, que é coisa que não sou. Eram uns tios praticamente segundos pais... Mas infelizmente nós nao os conheciamos assim tao bem, principalmente á minha tia, uma falsa de primeira. Até hoje nao consigo falar com eles. Ofenderam-me, ofenderam os meus pais... Enfim, infelizmente nem tudo são rosas... Ás vezes nem é complicar a vida... É o feitio que as pessoas tem nem sempre se encaixam com outros feitios... É pena mas pronto... Bom já me alonguei lool
Um feliz Natal para ti e para os teus! Bjitos grandes meus e da pimpolha

Susana Pina disse...

É verdade amiga, porque é que as pessoas não aproveitam o pouco tempo que esta vida nos dá?
Felizmente nunca vivi uma situação dessas, mas sei que conseguirás resolver as coisas da melhor forma possivel.
Um Santo e Feliz Natal para ti.
Bjs doces
susana

Angel disse...

Amiguinha nunca passei por isso mas deve ser mto desagradável.
Desejo que apesar de tudo tenhas uma noite de Natal feliz e com mto amor.
Bjs mto grandes cheios de carinho

Mara disse...

Sei bem o que é isso. O pior é que nos obrigam a "escolher" um lado. Não directamente mas de modos mais psicologicos.
É muito triste. Por vezes não conseguimos nos abster dos problemas deles... Coisinhas por vezes pequenas que causam grandes brigas e separações.

Um feliz Natal amiga

Barriguitas disse...

Bom Natal e bom 2009!

Paula Santos disse...

Desejo que o teu Natal seja fabuloso e que o novo Ano nos traga o que mais desejamos...

Beijo muito amigo.