quinta-feira, junho 08, 2006

Moderação

Estou a chegar a um ponto em que nem sei bem a quantas ando. Tenho tido tanto trabalho, tantos testes para corrigir e agora daqui a uns dias os exames nacionais...
Só me apetece gritar!
Neste momento, todas as minhas preocupações com o assunto "infertilidade", que tem sido ostensivamente discutido, por vezes até de uma forma indecorosa na blogosfera, parece-me menos importante. Francamente, decidi ir visitar o blog tão falado nos últimos dias, no qual uma pessoa qualquer dá a sua opinião controversa e incorrecta (na minha opinião) sobre a infertilidade e deparo-me com imensos comentários em resposta à mesma, alguns dos quais bastante coerentes, mas outros... Eu até fiquei envergonhada! E uma vez que não me conhecem, eu não sou pessoa de me envergonhar com facilidade. A linguagem utilizada nesses comentários era grosseira e ofensiva... A dona do blog errou ao escrever aquelas barbaridades - com as quais obviamente estou em desacordo - mas aqueles comentários!!! aqueles comentários fazem perder a razão a todos aqueles que, como eu sofrem por não ter um filho.
Uma chamada de atenção a todos os bloggers: O facto de podermos exprimir-nos neste cantinho da net não nos dá o direito de sermos insultuosos seja com quem for! Devemos dar a nossa opinião, sim, até defendermo-nos, mas nunca insultar, porque não seremos levados a sério por ninguém! Numa sociedade em que já há a tradição de desprezar os casais inférteis - se bem se lembram até à uns dias não havia sequer legislação para nós - não devemos agir como se fossemos histéricos e descontrolados ao desatarmos a dizer asneiras e a ofender quem escreve um post como o da Gris.
Podem concordar ou não, só espero não receber comentários lamentáveis como os que li.

3 comentários:

Tiquinha disse...

se eu me soubesse exprimir assim tão bem, era o que eu teria dito!!!
um abraço e desculpa a intromissão-

Raquel disse...

Como acabo de escrever no blog da tiquinha, concordo contigo. Eu comentei, assinei sem link, mas fui muito comedida até porque não me afectou tanto como isso... é só uma opinião.
Bjs XXL,
R

Norita disse...

Eu não comentei, acho que a indiferença seria a melhor resposta, no entanto compreendo que nem sempre é fácil conter a revolta que se sente cá dentro, mas também não é sendo mal educado e rude que as coisas vão ficar diferentes, concordo contigo.
Um beijinho grande, bom trabalho e bom fim de semana.
norita30