segunda-feira, outubro 23, 2006

Voz


Todos aqueles que forem professores compreendem a minha ansiedade. Há cerca de duas semanas que estou rouca. Há duas semanas, de um dia para o outro, perdi a voz. Depois, lentamente, fui recuperando, até agora que já consigo falar. No entanto, sempre que utilizo mais a minha voz, durante um espaço de tempo mais alargado ou com maior intensidade, lá se vai a voz. Consultei um otorrino que, depois de dar uma espreitadela nas minhas cordas vocais, vaticinou: Você tem nódulos nas cordas, como uma espécie de calos, derivado do facto de na sua profissão utilizar tanto a voz. Resultado: medicamentos e mais medicamentos e isto não fique resolvido com químicos, terei de fazer terapia da voz, para conseguir contornar esta rouquidão. Já viram isto? Quem lucra, são os meus alunos, pois tenho de falar baixo e não posso dar uns berros de vez em quando. A sorte é que eles são simpáticos e respeitadores e assim que lhes contei este problema, têm andado como carneirinhos.
Por que é que nos currículos dos cursos de ensino não há uma cadeira de colocação de voz, como há para os cantores? Nós, professores, esforçamos tanto as nossas cordas vocais como eles? Tive cadeiras no meu curso que não me serviram rigorosamente para nada, quando devia ter outras que me seriam mais úteis, como por exemplo esta da voz... Ainda por cima não posso cantar. Apesar de ter uma linda voz para escrever à máquina, como dizia o meu pai para gozar comigo, adoro cantar. Aliás, tenho muita pena de não ter uma voz bonita para cantar. Mas, não se pode ter tudo, não é? E a verdade é que me considero uma felizarda, por ter apenas estes probleminhas e não saber o que é um problema a sério.
De hoje a uma semana faço 28 aninhos, porém não estou nada animada. Cada ano que passa é mais um ano em que eu me apercebo de que menos tempo me resta para ser mãe. É estúpido, mas é o que sinto, o que fazer?
Deixo-vos com uma foto tirada da minha varanda, num destes dias! Beijinhos e boa semana! :)

7 comentários:

Norita disse...

Bem minha linda, cuidado com isso.
Espero que passe somente com os medicamentos e logo logo possas dar uns berros com os alunos que merecerem :)
Vamos lá, animo, para a semana quero-te animadinha para festejar essa data. :)
Beijinhos grandes

Raquel disse...

Um ponto de vista realmente interessante... dá que pensar... vê se te pões boa! ;)
Espero que nao seja nada de especial e que recuperes facilmente. Quanto ao sonho que temos em comum, de facto cada dia que passa sentimos que menos tempo temos, mas nnca pudemos deixar de acreditar que esse dia também chegará. Seremos Mães!
beijinhos e nada de desanimar!

Anónimo disse...

Olá

Descobri o teu blog através de uma mensagem que deixaste no forum da API e queria dizer-te que não desistas de alcançar o teu sonho de ser mãe. Eu tentei durante 8 longos anos, cheios de exames e ttt's e finalmente consegui o meu milagre: um lindo menino que agora tem 20 meses e a quem eu estou a tentar dar um mano ou uma mana.

Boa sorte e não desistas nunca!

Maria Pereira

Clara Sonhadora disse...

Vim agradecer-te as palavras que me deixaste na API e desejar-te as melhoras para a voz e boa sorte na tua jornada.

Iremos, com toda a certeza, encontrar-mo-nos mais vezes.

Beijinhos

Tiquinha disse...

foto linda!!! Espero que ja estejas melhor da tua voz, e que os carneirinhos continuem mansos ;)
Realmente os curriculos dos cursos, tem coisas que nunca se consegue perceber porque...
beijocas e bom fim de semana, e poem os pensamentos maus a leguas, tu vais conseguir!!
tica

Anónimo disse...

Espero que já te sintas melhor e já não estejas rouca!
Encontrei o teu blog no forum da API, vou voltar a visitar-te!
A foto está linda!
Beijinho

piolha disse...

como eu te percebo!!!

eu também ando muitas vezes rouca...

beijinhos