terça-feira, maio 27, 2008

Um outro dia


Há dias em que me sento na minha varanda, quando o sol já iniciou a sua descida no horizonte e contemplo a serra da Arrábida, que se estende ao longe à minha frente. Vejo um pássaro que esvoaça por ali e penso em como gostaria de ter a capacidade de voar bem alto para de vez em quando, só de vez em quando, poder estender as asas e desaparecer no céu. Não tenho razões concretas para o desejar, mas apetecia-me ter essa capacidade e principalmente essa LIBERDADE de virar as costas ao meu mundo... No entanto, quando acabo de fumar o meu cigarro - é por essa razão que vou para a varanda - entro em casa, fecho a janela e encerro também essa vontade dentro de mim. Como custa, meu Deus!...

9 comentários:

IC disse...

acho que todos nós em algum momento da nossa vida desejamos ter asas e voar. Se nunca perdermos a capacidade de sonhar e de deixar-mos a nossa alma voar por alguns momentos, já não é nada mau. bejinhos

Angel disse...

Axo que todos os humanos já se imaginaram a voar, e é essa mesma imaginação que nos deixa fugir de tudo e de todos por momentos...
Bjs

Maganita disse...

Essa sensação de liberdade que tão bem soubeste descrever, essa capacidade de nos desprendermos das questões terrenas e voarmos para fora da nossa realidade é para mim a essência para conseguir continuar a viver de forma mais serena.

Bons voos!

Beijinhos

Maria Pereira disse...

Às vezes tb penso assim, ainda nestes dias de chuva me sentava ao pé da janela, a ver e ouvir a chuva cair, depois de toda a gente estar a dormir, só a meditar um bocadinho

Uma beijoca grande, grande

Mara disse...

Às vezes dá mesmo vontade! A todos, não és nenhuma "ave rara". Todos sonham com a liberdade, o poder voar, o poder fugir sabe-se lá do quê! Por vezes nem nós sabemos.

Bj

Susana Pina disse...

E porque não deixas a imaginação voar??? Nem que seja por breves momentos???
Deixo-te um grande bj que voa até ti
Susana

Anna72 disse...

Se o nosso corpo não foi programado para voar já a nossa mente pode ter umas asas imensas... basta querer ;)

Em busca de uma Estrela disse...

Como te entendo...
A liberdade sem limites.

Bj

Carla disse...

é uma excelente metáfora que retrata concerteza a tua vontade interior de ganhar asas e... ;)
um beijinho
Carla