sexta-feira, outubro 17, 2008

Revoltada


Ontem vi um programa na Sic Mulher - canal que não aprecio muito - mais concretamente o programa da Oprah, que me deixou revoltada e com a lágrima no canto do olho. O programa falava de "fábricas de cães" que existem nos Estados Unidos onde literalmente se produzem cães. Passo a explicar, são uma espécie de quintas, onde os chamados "criadores" - eu chamar-lhes-ia bestas - mantêm os cães em gaiolas pequeníssimas durante toda a sua vida!!! Há cadelas que não fazem outra coisa senão terem crias... A maior parte dos cães não sai da gaiola, a maior parte deles nunca pisou relva!! Estes pobres animais são mantidos nessas gaiolas, no meio dos seus próprios dejectos e estão expostos ao calor ou ao frio, conforme a altura do ano. Os cachorros que são produzidos desta forma destinam-se à venda em lojas de animais que os conseguem por um preço mais baixo.Os que já não servem para procriar são abatidos, sem mais nem menos!!! Nunca pensei que tal desumanidade fosse possível, num país supostamente civilizado como os Estados Unidos. Como devem saber, a Oprah é uma grande defensora dos animais e convidou um senhor que pertence a uma instituição que tenta salvar estes animais para ir ao programa. Essa instituição vai a essas fábricas buscar os cães que estão para ser abatidos e leva-os para uma quinta onde são tratados, limpos e sobretudo, acarinhados.

Não sei porque me admiro que isto aconteça... O ser humano é capaz do melhor e do pior! Quando acabou o programa virei-me para o meu cão - que foi encontrado na rua e tratado por mim há seis anos, é um street dog como diz uma amiga minha - e disse-lhe (lol, parece coisa de gente louca, a falar com um cão):

- Estás a ver a sorte que tu tens, estás a ver?

Claro que ele olhou para mim com aquele olhar doce de sempre, sem perceber nada de nada. É verdade, até para ser cão é preciso ter sorte! Deixo-vos uma foto dele, não é lindo?

Beijinhos e bom fim-de-semana!

10 comentários:

Maganita disse...

Tens um street dog (achei piada ao termo) muito giro!

Quanto às fabricas de cães, infelizmente não estou surpreendida. E o problema não é acontecer apenas nos EUA, é esse tipo de atrocidades acontecerem um pouco por todo o lado.
Parece que à medida que cada vez mais pessoas ganham consciencia acerca dos direitos dos animais, outras em igual proporção descobrem novas formas de sacrifica-los com requintes de malvadez em nome do lucro.

Que tristeza...

Beijinhos

Angel disse...

Amiga desculpa mas só começei a ler o teu blog e ñ consegui terminar, porque tenho um cão, adoro animais e estas coisas corta-me o coração. Para além de ter vontade de chorar com tudo o que vejo e oiço sobre coisas tristes, deve ser sinais do ttt.
Isto tudo para dizer que lamento mto saber que fazem estas coisas aos animais, são pessoas sem alma...
Bj para ti

Susana Pina disse...

Infelizmente vamos assistindo à tortura de animais todos os dias, sem podermos fazer nada. Embora existam instituições que os acolhem, e os vão buscar a estes sítios crueis, estas mesmas instituições lutam contra a falta de meios e de apoios.
Eu sempre disse: quem não gosta dos animais, não pode gostar de pessoas.
Os nossos canitos de facto têm imensa sorte.
Um bj grandeeee
Susana

inca disse...

é verdade também penso muitas vezes que a minha Naomi tem muita sorte, e é assustador até onde pode ir a crueldade humana. é uma tristeza. O teu canito é muito giro. bjs

Lita disse...

Olá,
também vi o programa e fiquei chocada e com lágrimas a correr pelo rosto.
Infelizmente, num mundo onde se matam e maltratam crianças, velhos e pessoas indefesas não me admira que se maltratem animais!
No programa referiam que a lei americana trata os cães e gatos como gado mas, isso não é desculpa porque também não se maltrata dessa maneira galinhas, porcos ou vacas!!
A raça humana ainda tem muito que evoluir! Talvez cada um de nós possa e deva contribuir para mudar mentalidades...

A nossa Ulli é uma criatura canina muito sortuda e muito mimada, à desgraça que vejo por este mundo fora.

Beijinhos
Lita

Paula Santos disse...

SEM palavras , o teu cão é lindíssimo.
Bjinhos

*Anita* disse...

Muito bonito! E sortudo ter encontrado uma dona como tu. De facto é revoltante o que contaste amiga! Será que nao há leis nem coisa alguma para fecharem essas fabricas! Caramba, isso é crime! Que revolta! Tadinhos dos bichos! Dáva vontade de pegar no donos da fabrica e fazer-lhes os mesmo, só para ver se gostavam. E sei bem qual seria o resultado, por isso nao entendo. Olha, eu tenho uma roth que até é do meu marido, já cá estava antes de nos juntarmos. Está sempre presa. Só que a bichinha tem uma força horrivel. Eu nao consigo leva-la a passear... pois pq seria ela a levar-me a mim lol Farto-me de "ralhar" com o meu marido para irmos passear com ela mais vezes etc e tal... O coitado tb como tem estado fora, a bicha fica mais tempo ali, mesmo tendo bastante espaço para andar, eu tenho imensa pena dela, imagino esses bichinhos :( America está evoluida mas em muita coisa é "animalesca" e muito ignorante.
Bjitos

Sem Desistir disse...

Olá querida,
O teu "street dog" é lindo sim sra.
E tu tb porque o acolheste.
Quando à crueldade que acabas de relatar, ficamos sempre indignadas, angustiadas...
bjos

Maria Pereira disse...

Realmente neste mundo existe de tudo

Beijocas e obrigada pelo miminho no dia do meu aniversário

Reflexos disse...

Penso logo nos meus Focinhos: o Bono e Tigra... até me arrepio pensar se alguém lhes faria mal...