sexta-feira, fevereiro 13, 2009

Momentos Zen

Hoje de tarde passeava sozinha na cidade que me viu nascer, cidade essa que mudou muito ao longos destes anos. Ao caminhar pela urbe temos a sensação de que a marginalidade que cresceu por aqui se agarrou às paredes dos prédios e ao chão que pisamos. Tudo está escuro e tristonho. No entanto, ao divagar pelas ruas antigas da minha cidade, no meio desta sombra que a degradação espalha dou de caras com uma situação de rara beleza. Ao virar uma esquina sou invadida por uma suave melodia que se desprende de duas violas e de um trompete. À porta de uma livraria velha estão três músicos a tocar nada mais nada menos do que uma música doce de bossa nova, que se derrama por aquelas ruas tão estragadas e sujas e de repente tudo se torna mais bonito. Ao passar por eles a música cola-se a mim e não consigo deixar de sorrir e penso: este é o verdadeiro momento zen deste dia quente e azul. E senti-me feliz, ainda que por breves segundos - mais ou menos o tempo que levei a atravessar a rua - mas que segundos tão bons!... Bom fim-de-semana...

8 comentários:

Susana Pina disse...

Ohhh!!! Amiguita, que esses momentos se prolonguem por muito tempo. Bem precisas...
Um bj grandee
susana

Angel disse...

Bom fim semana tb para ti amiga!
Bjs

Sem Desistir disse...

Sem dúvida que esses momentos são sempre benvindos.
bjos

Maria Pereira disse...

Sabem bem estes momentos na nossa vida, nem que sejam só por segundos

Beijocas e bom Carnaval

sandra disse...

Temos que aproveitar os bons momentos mesmo por mais pequenos que eles seijam.



BEIJINHOS

:) disse...

Adoro momentos Zen :) Fazem-nos bem, não é? Lavam a alma! Tive um no Domingo, em frente ao mar :) Lê o meu post de ontem!

Anna72 disse...

É curioso que comento muitas vezes em pequenas terriolas por essa Europa fora que, terras tão pequeninas são valorizadas com floreiras coloridas e músicos de rua. Coisas simples e que fazem uma diferença tão grande!

Deviam haver muitos mais momentos zen como esses. Afinal, Portugal é tão rico em património e beleza natural, não percebo porque tem de ser tristonho.

Beijocas ;)

Kitty disse...

São esses pequenos momentos que nos fazem seguir o caminho, não é?
:)
Beijinho