quinta-feira, setembro 27, 2007

Ligeiramente mais calma

Após esta pequena tempestade, começo a sentir-me mais calma. No entanto, já percebi que estes maus momentos poderão voltar e eu tenho de me conformar com isso. A vida é assim. Adiante, eu e o meu mais-que-tudo não estamos dispostos a baixar os braços e por isso mesmo já estamos a reunir a papelada para entregar na S.S. e iniciar um processo de adopção.
Tratamentos? Não, por agora.
Congelados? Talvez para o ano.
Até lá aproveitar ao natural a nossa relação, sem stresses, sem pressões, pois todos estes problemas já nos estavam a afastar um do outro. Foi isso que fizemos durante estes dias: medir, pesar e analisar a nossa situação e o que pretendemos da nossa vida futura. E descobrimos que queremos ser felizes com aquilo que temos. O que vier por acréscimo, melhor. Neste momento é importante aprender a ser feliz e a sentirmo-nos completos com o que temos e não andar a chorar com o que não temos. Tenho plena consciência de que esta determinação vai durar pouco tempo, mas quero fazer os possíveis para que se prolongue.
Descobri uma certeza na minha vida: vou ser mãe. Se não de útero, de coração. Mas vou ser mãe, sem dúvida.
De resto, na escolinha está tudo bem, tirando o facto de que as semanas parecem voar e daqui a pouco estamos no Natal...
Beijos a todas as que me deixaram comentários e que me animaram nos últimos dias. Ainda bem que existem, são umas mulheres fantásticas!

8 comentários:

Anónimo disse...

Casei, a coisa que eu mais queria era ter filhos, engravidei, 3 meses depois perdi esse sonho. Não desisti e mais uma vez engravidei, mais um sonho perdido e mais um no ano seguinte.
Quando já achavamos que o tão desejado se tinha transformado num impossivel, decidi os tratamentos... cinco anos depois engravidei e tive uma linda menina que é hoje a razão de viver dos seus pais, menina essa que é sua aluna muito aplicada e motivo de muito orgulho para todos os que a adoram e com ela convivem.
Tudo isto só para lhe dizer que nunca se deve desistir, colocando alguns travões as nossas ansiedades e ouvindo quem realmente percebe destes assuntos... e não descuidando a relação do casal.
A adopção é uma coisa linda, que muitas vezes fez parte dos meus pensamentos...
Seja feliz, mãe biologica ou mãe do coração, o importante é a palavra"MÃE".

IC disse...

é verdade dias bons dias menos bons.é um caminho longo,sempre assim altos e baixos, mas é importante valorizar aquilo que se têm, manter a esperança e não desistir dos nossos somhos.beijinhos

Luna (Dina) disse...

Ponderar e analisar as coisas é sempre muito importante sobretudo quando tudo nos parece fugir de controle.
e tens razão os dias tristes sempre nos batem á porta, nos sabemos disso assim como sabemos que a felicidade temos que conquistá-la a pulso.
Nada de desistir do combate seja ele qual for...o objectivo sera sempre o mesmo - Ser feliz por alguns instantes, e que sejam muitos esses instantes.

cris disse...

Acho que essa é mesmo a melhor atitude, a correcta, apreender a ser feliz com o que se tem, e é tanto, nós é que por vezes não temos consciência dessa realidade.
Beijocas

Tixa disse...

Minha querida temos dias, é bem verdade, uns mais fáceis que outros.
Tens razão temos de perservar a nossa vida como casal... e com calma...com tempo... vais ser MÃE, eu acredito...
Não desanimes!!!!
Um bj enorme

kitty disse...

É bom quando conseguimos organizar as ideias dentro da nossa cabeça, ainda que esses momentos sejam escassos...
Bom fim de semana
Beijinho

Anónimo disse...

uma criança adoptada é um amor de mãe mais bonito até agora visto...
muito boa sorte e k o tempo de espera nao seja longo...
acredito que um dia, a criança que estiver nas tuas mãos será a criança mais feliz do mundo!!!

boa sorte para a futura MÃE melhor do mundo!!! :D

Anónimo disse...

Queremos que saiba que a achamos uma pessoa com muita coragem , realmente um exemplo !!!
Pode sempre contar com o nosso apoio total e com a nossa amizade!
Vamos estar a torcer por si, com todas as nossas forças!
Temos orgulho em ter uma pessoa que nos saiba conduzir da melhor maneira a nossa vida ! Isto é uma sorte !
Pessoas como você , já não há muitas... mais que uma professora vemos uma grande amiga... que nos ajuda em tudo
a ultima coisa que queremos ver em si é tristeza...
Nunca desista dos seus sonhos ... e filhos voce tem muitos ... todos nós a consideramos uma grande MÃE! Faz e fará sempre parte da nossa vida ... consigo aprendemos muito ... e nao só gramatica ...liçoes de vida .
Obrigado por ser quem é!
Um grande beijo